sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Meu Amor.

Meu amor é como um rio
Que se entrega para o mar,
Mas que não cai no vazio
E sim cresce sem parar.

Meu amor não é frio,
Pelo contrário incendeia.
Queima tudo, até o pavio,
Falta ar, até tonteia.

Meu amor é puro,
Não é singelo.
É feito com apuro
E assim me entrego.

Meu amor é completo
Ao teu lado sou feliz.
É muito mais que repleto,
Ela sara a cicatriz.

Meu amor só é triste
Quando ao lado não te vejo.
Não há coração que resiste
Na alma falta lampejo.

Meu amor é você,
E não adianta mais falar.
Nem tento mais esconder
Já não dá prá segurar.


2 comentários:

Renata disse...

Ahhhhh...o meu amor!!!!

Hanukká disse...

O amor nos dá força, ou nos tira também.... mas amar é preciso. outro bjo