sábado, 6 de setembro de 2014

Você me faz lembrar


Você me faz lembrar,
do poema que não li.
Só deixo o amor falar,
o quanto de belo vi.

Você me faz lembrar,
os lugares que não andei.
De um vento de sonhar,
de um tempo que passei.

Você me faz lembrar,
dos perfumes esquecidos.
De flores em outro lugar,
de encontros escondidos.

Você me faz lembrar,
do amor que não viveu.
Que resolveu no peito morar,
de quem nunca se esqueceu.

Você me faz lembrar,
de tanta felicidade perdida.
Da razão a nos pressionar,
e da emoção que era vivida.

Você me faz lembrar,
que esqueci de te esquecer.
E agora como vou ficar,
tentando em você viver.


Um comentário:

brisonmattos disse...

Eu só queria que um dia esse poeta viesse me contar um pouquinho das suas historias reais, me olhando nos olhos.