domingo, 15 de abril de 2012

Verdades

Na noite não tem sol.
Não tem doce no mar.
Não falo inglês e nem espanhol
Não tenho jeito para amar.

Não tem falso perfume na flor.
Não tem play-back na natureza.
Não existe luar sem ter calor,
Não tem amor onde há frieza.

Não tem noite bela,
Com raios e trovões.
Não guarde esta fera,
Dentro do seu coração.

Não tenha medo de amar,
Vá aos poucos se entregando.
Se deixe nele levar,
E neste mar vá navegando.

Virão ondas fortes,
Tentando te emborcar.
Mas com muita sorte
Um porto seguro vais encontrar.

Só navegando irás descobrir,
Que o falso não existe.
Se nele tentar se iludir,
A vida será triste.

Feche seus olhos e veja,
O quanto de belo há.
Que nele você sempre esteja,
Onde quer que possa estar.

Um comentário:

brisonmattos disse...

onde quer que vc possa estar
sempre também estarei
raramente deixo-me fraquejar
quando quiser me chame, eu irei.