quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Reencontro






Um sorriso sorriu,
Ainda que por momentos.
Foi quando você me viu,
E alimentou seus pensamentos.

Não sei nem explicar,
O que comigo aconteceu.
Coração danou a disparar,
O corpo todo tremeu.

Foi como se tudo voltasse,
o que nunca foi embora.
Melhor seria abraçar-te,
e fugir pelo mundo afora.

Foi como a primeira vez,
não sabia o que fazer.
Minha voz virou  mudez,
minha vista escureceu.

Passamos um pelo outro,
como se quisesse devorar.
Foi por muito, muito  pouco,
que não fui te agarrar.

A razão me dominou,
e eu deixei, melhor assim.
Reviver o que passou,
nunca vai morrer em mim.

Nenhum comentário: