domingo, 4 de agosto de 2013

Transformação





Da espera fez-se a dor,
Tudo em forma de agonia.
Desfez-se de vez o amor,
Destruiu-se toda a fantasia.

Da insuportável ingratidão,
Construí-se um mundo novo.
Encheu ele de solidão,
E assim ficou seu povo.

Cabisbaixo para sempre,
Como forma de conquista.
Ilusão que ainda mente,
Escurece toda vista.

Sem saber o que falar,
Sem saber o que se ver.
Este povo tente a acabar,
É o que irá acontecer.

Um dia neste mundo,
Apareceu grande um sábio.
Uns acharam vagabundo,
Outros só mais um otário.

Mas o sábio disse assim,
Do alto de seu conhecimento.
Povo ! Venham a mim,
E acabem o sofrimento.

O povo relutante,
Aos poucos foi chegando.
E viu, como radiante,
O seu mundo ir mudando.

O sábio nada fez,
Além de mostrar o mundo.
Conquistou a todos de vez,
Com seu dizer profundo.

Agora ele caminha,
Para um mundo novo encontrar.
Assim como advinha,
Faz todo mundo mudar.

Um comentário:

Um Certo Vestido Azul disse...

My Endless Love...
para que a gente nunca esqueça