sábado, 10 de agosto de 2013

Homens alados





Conheci uma terra,
Em que os homens voavam.
Ali não havia guerra,
Todos se amavam.

Com suas asas abertas,
Eles até o céu voavam.
E todas as coisas incertas,
Ficavam  onde deixavam.

Os homens eram felizes,
E suas mulheres também.
Mesmo que houvessem deslizes,
Eles não se faziam reféns.

Os problemas eram pequenos,
Comparados aos que haviam.
Todo povo era sereno,
Em paz todos dormiam.

Em uma crise mais forte,
Abraçados eles voavam.
E assim com pouca sorte,
Seus problemas lá deixavam.

Eram completos em sua essência,
Nada podia os abalar.
Não havia penitência,
Que os pudesse separar.

E completados pela vida,
Um casal era formado.
A mulher era acolhida,
Pela asas de seu amado.

O homem por sua vez,
pela fêmea era escolhido.
Alcançava a altivez,
Morava no paraíso.

Esta terra ainda existe,
Deve estar em algum lugar.
Este mundo não é triste,
E o eu vou encontrar.

Minhas asas ganharei,
E juntos poderemos voar.
Será como sempre sonhei,
Com você a me abraçar.

Um comentário:

brisonmattos disse...

QUE VIDEO MAIS LINDOOOOOOO! como vc consegue juntar essas cenas todas? rs Que viagem! De fato esse mundo da poesia existe sim. Eu mesma já o encontrei uma vez...Mas dizem por aí que todos tem uma segunda chance...Então...Quem sabe?