sábado, 2 de junho de 2012

Sem Nexo

Brincadeira sem nexo,
Que gente doida gosta de fazer.
O amor é muito complexo,
Para que se possa entender.

Ora ele agride,
Ora ele despreza.
Ora ele admite,
Ora ele para a refrega.

É como onda no mar,
Que bate na areia sem dó.
Insiste até se entranhar,
Ou até te deixar só.

Dele não se pode fugir,
E nem mesmo se esconder.
Ele vai te seduzir,
E irás compreender.

Que o amor é dor,
Que o amor é paz.
Que tanto dá calor
Quanto frio trás.

Nenhum comentário: