domingo, 1 de novembro de 2015

Sem muito sentido






Meu coração está ferido
De amar tanto o errado
Meu coração está perdido
De não esquecer o passado

Ausência da vida
Angustia danada
Amor de partida
Sem uma chegada

Mais triste saudade
Não se pode ter
É muita maldade
Para este meu ser

A dor que não passa
Resquícios que não vão
É muita mordaça
Neste meu coração

E se o “se” predissesse
O que foi perdido
A alma enobrece
Sem muito sentido

2 comentários:

brisonmattos disse...

Ah...sei la o que dizer dessa poesia...Entao quero que saiba que eu tô aqui pra você. Diz e eu te escuto.Nao fala nada e eu te abraço.

brisonmattos disse...

Ah quer saber...Escuto nada. Vc não sabe o que quer.Está aí mais perdido que cego em tiroteio.