terça-feira, 6 de março de 2012

Morreu ontem meu amor.

Morreu ontem meu amor,
Vestido de um cinza radiante.
Sofreu com muito ardor,
No peito deste teu amante.

Morreu ontem o meu amor,
Entre rosas e jasmins.
De vez sua boca calou,
Emudecendo um mundo em mim.

Morreu ontem seu amor?
Mas já não havia morrido?
Tinha não seu doutor,
Eu é que fui esquecido.

Meu amor morreu de silencio,
Meu amor morreu de solidão.
Meu amor morreu com consentimento.
Meu amor morreu no coração.

Meu amor estava cansado,
De tanto sofrimento.
De tanto sofrer calado,
Acabou no desalento.

Morreu ontem meu amor,
Deixando um mundo vazio.
Esteja ele onde for,
Fará parte de meu desvario.


Nenhum comentário: