domingo, 11 de março de 2012

Emudecidos

Hoje eu notei,
que alguma coisa mudou.
Não sei se fui eu que calei,
ou o tempo nos transformou.

Emudecemos com o tempo,
sem motivo ou sem razão.
Deixamos soprar o vento,
de nossa incompreensão.

Viramos estatuas vivas,
da porta para dentro.
Isto muito prejudica,
um bom relacionamento.

As palavras são restritas,
a algumas trocas de olhares.
Elas eram tão benquistas,
até o silencio brotar pelos ares.

Os dias não são mais os mesmos,
as noites então nem se fala.
Ficamos andando a esmos,
as vezes nos vemos na sala.

Será que não há condição,
De algo bom acontecer.
Voltarmos a falação,
Voltarmos a nos conhecer.

Cada para um lado agora,
é tudo que se quer.
Existe um mundo lá fora,
para um homem e uma mulher.


Um comentário:

Majoli disse...

Emudecidos, uma situação nada legal, parece que algo se perdeu no tempo.
Suas rimas são sempre perfeitas e o encaixe das trovas formam uma história...muitas vezes vividas por muitos.

Beijos Older.
Tenha um bom domingo.