quarta-feira, 16 de junho de 2010

Novo Dia

Daqui a pouco já é chegada a hora
De tudo que existiu ir embora.
Um novo dia irá nascer
E uma nova vida aparecer.

Não haverá mais porta fechada,
E sim portas a se abrirem.
Não haverá mais cara amarrada,
E sim rostos a sorrirem.

No novo dia que desponta,
Sem pressa e com dolência.
Nada mais será afronta.
Nada mais será ausência.

Aguardo este dia,
Nesta noite que não passa.
Raia logo meu novo dia !
Torne esta noite escassa.

Enquanto a ansiedade me toma,
Perdido de tanto andar.
Senta no chão da redoma,
Que me pus a ocultar.

Com a cabeça nos joelhos,
E os joelhos no chão,
Oro para Ti meu Deus,
Que sempre me dê a mão.

Não me deixe mais perdido,
Mais perdido do já estou.
Faze com que seja absolvido
A alma deste que tanto pecou.

2 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Devemos sempre acreditar que o novo dia vai trazer tudo de bom, que as esperanças se renovem.
Abração

Belle disse...

Um tanto triste e ansioso isso tudo, néam? Mas se vem do coração, que haja absolvição pra tudo quanto houver de registro na lista de culpas a deixar pra trás. Belo texto!