terça-feira, 1 de junho de 2010

Amarelo

Amarelo a cor da vida,
Que tanta energia trás.
Amarelo é a cor menina
Do sol quando se vai.

Amarelo é tua cor,
Ainda que não seja a dileta,
Representa teu ardor.
Assim te vê o poeta.

Energia pura.
Força em profusão.
És anjo de formosura
Guardada em meu coração

O dom da amizade
não deve ser confundido.
Com paixão desdobrada
ou amor recém adquirido.

Feliz daquele que a tem
e mais feliz é quem a recebe.
Não devo me explicar para ninguém,
Pois esta maldade não se percebe.

Sigo a admirar
As coisas belas da vida.
Tenho pouco para chorar
Uma paixão mal resolvida.

Segue você daí,
Menina adorada.
Sigo eu aqui,
Seu fã, de cisma castrada.



Chove no Rj, dia triste, cinzento, saudoso demais.

3 comentários:

Cris disse...

Se a cor da vida é o amarelo, se esse amarelo vem do sol, de alguma forma vc nãp está lá e "ela" ali.
O calor e a luz compartilhadas são da mesma fonte.
O caminho é conhecido!

beijos

Wanderley Elian Lima disse...

Hoje meu amigo, você está muito melancólico. O amarelo é a cor do Sol e Sol é vida, e vida é para ser feliz.
Grande abraço

Gisa disse...

Também gosto de amarelo... lembra o sol e consequente o mar. (e como já te disse, não vivo sem ele)

bjs