quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Noturno

A plenitude de um beijo
se fez em uma noite vazia,
mas cheia de amor, ternura,
carinhos e amarguras.
Tenho em meus lábios
os beijos que são seus.
Em meus braços
estão guardados milhões de abraços
para encontrar os seus.
Os meus olhos
lacrimejam a falta dos seus.
Em meu peito está o vazio
provocado por sua saída,
ainda que momentânea.
O que fizeste comigo?
Porquê deixaste o vazio
e a angustia da saudade
em mim.
Volta logo.

Nenhum comentário: