domingo, 7 de dezembro de 2008

Choque

Um dia, em uma tarde nua,
você apareceu, ainda crua,
oferecida pelos deuses a mim.
Deixei meus instintos
embarcarem nesta aventura,
mas ambos não estávamos prontos.
Eu não poderia aceitar você,
da maneira que você o é
e você não estava pronta para me receber
e entender como sou.
Nossos egoísmos e inseguranças,
nossos eus se sobrepondo
e oprimindo nossos nós,
não permitiram um avanço.
Nos chocamos,
como dois meteoros colidem,
violentamente,
e vão para lados opostos
traçando novos rumos,
mudando a nossa trajetória original,
a trajetória que nos atraiu.
Precisamos entender,
cada um tem uma órbita própria,
então vamos manter assim.
Se em algum outro tempo,
um sol intenso,
com toda sua força gravitacional,
nos atrair novamente
e mudar nossas trajetórias
ocasionando outro choque
estejamos preparados,
pois sabemos o quão violento
isto pode ser,
pelo menos o foi,
para mim.

Nenhum comentário: