sexta-feira, 17 de maio de 2013

Formas e desejos





Meus pensamentos
tomam formas e desejos.
Carregados pelo vento,
vão onde não planejo.

Sou levado para o mar,
como brisa que se espalha.
Lá não tem onde pousar,
o meu corpo é só migalha.

Desejava tua mão,
para o apoio me dar,
mas nem em imaginação,
você está no seu lugar.

Corro solto,
Nas ondas do adeus.
Sou envolto,
Pelos caprichos meus.

Só me resta imaginar,
Teu olhar na distancia.
Não estão a me fitar,
Estão guardados na lembrança.



Nenhum comentário: