sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Poesia do Poema

Não te quero!
Não te via.
Sempre espero,
e você fugia.

Era sonho,
o que sentia.
Era amor,
Que se escondia.

Você me disse:
Vá agora.
E por pura peraltice,
a magia foi embora.

Chegou novamente,
Uma nova oportunidade.
Confundiu toda mente,
Misturou com a saudade.

Louco coração,
Não sabe o que fazer?
Se joga na emoção
ou se deixa no prazer.

Nenhum comentário: