segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Meia-volta

Ainda bem,
Que a quase normalidade voltou.
Mais um pouco e logo vem,
outra metade que o vento levou.

Os mesmo problemas,
As mesmas chateações.
Os mesmos dilemas,
Mas não reclamo não.

Que falta faz,
Um tanto de problema assim.
Eles trazem tanta paz,
aqui dentro de mim.

É a casa bagunçada,
É roupa espalhada pelo chão.
Eu abrindo a minha matraca,
Para alegrar meu coração.

Meia volta já foi dada,
Só falta mais uma metade.
Para a vida ser completada,
e matar o resto da saudade.

Nenhum comentário: