sábado, 30 de janeiro de 2010

A Busca

Sou poeta sonhador,
Da vida, não sou senhor.
Busco paz e esperança,
Como o olhar de uma criança.

Sou pescador, pescador de ilusões,
E delas me alimento.
Elas abastecem o coração,
E enchem os pensamentos.

Procuro um anjo, anjo sem asa.
Na procura ando muito
E me distancio de casa.
Meu caminhar agora é fortuito.

Olhando em cada canto
Ando, ando, ando sem parar,
Esperando o acalanto
Que este anjo vai me dar.

Mas os pés já estão cansados
Desta estrada trilhar
Eles estão arrebentados
De tanto sangrar.

Paro um pouco para descansar,
Olho tudo a volta,
Esperando o anjo encontrar
Nada acho, e vem revolta.

Falo mal, xingo , maldito a vida.
Penso até em desistir.
Se parar? Será que cura a ferida?
Será que volto a sorrir?


Dúvidas é o que mais existe,
Na cabeça e no coração,
Na vida me conduziste
Para o mundo de ilusão.

Agora, sigo só,
Com Deus a me guiar,
Sou como igapó,
Esperando a água baixar.

Águas que dos olhos vem,
E que sempre são vertidas
Vem logo anjo, vem,
Vem curar estas feridas.

5 comentários:

brisonmattos disse...

tem gente que enche a cabeça de fantasmas e transforma essa vida em realidade. Não há anjo sem asa pra ajudar essa pessoa, porque somente ela pode fazer isso por ela mesma.Bom dia poetinha.

Sonhadora disse...

Meu amigo
Lindissimo poema
Percorremos a vida à procura do caminho...

Beijinhos
Sonhadora

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Older
Quem tem Deus a guiar não está só. E com certeza os anjos irão curar suas feridas.
Bom fim de semana
Abração

Majoli disse...

Também estou a procura de um anjo, um anjo bom, que me leve junto, que me acalente, que entenda...que queira ser feliz ao lado meu e me fazer feliz também.

Pois é meu amigo, nossos pés cansam, as vezes parece que até a esperança some, mas Deus deve estar preparando algo de lindo pra nós, mas o tempo dele não é o nosso.
Temos pressa, mas Deus nos pede paciência.

Que um anjo lindo apareça em sua vida, e que te faça feliz, você merece.
Beijos e um bom final de semana.

Older disse...

Anjos sem asas não existem!
Você me diz.
Só fantasmas poluem
Minha cabeça, você rediz.

E este mundo de fantasia
Eu o torno real.
Não há anjo sem asa, é agonia.
Nem aqui na terra, e nem no celestial.

Que só eu posso me ajudar
A sair de meu mundo de sonhos.
Para a vida voltar
Sem mais o temor medonho.

Quero lhe dizer com clareza,
Anjo sem asas é real.
Isto digo com toda certeza
Tenho um comigo, e é sensacional.

Não custa nada
Viver um pouco de ilusão.
Só não seja atrapalhada
E faça de tudo confusão.

Viva uma fantasia.
Crie um mundo irreal.
Você verá que seu dia a dia
Passará de maneira sem igual.

Agora me desculpe,
Mas meu anjo vou encontrar.
Ele me recebe de asas abertas
E no seu mundo me deixa entrar.

E nele eu me deito,
E nele me regalo.
Nele me ajeito,
Nele me embalo.