quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Só um pouco

Invento-te.
A cada manhã,
invento-te.
Cada vez mais bela,
não sei como posso,
mas o faço,
e como pássaro madrugador
me ponho a cantar
a tua beleza.
Alço vôos matinais,
sempre com um céu
azul celestial
e todo o brilho que surge
ao abrires os olhos,
passa a ser o meu sol.
Tudo é primavera.
Tudo são flores.
Tudo é belo.
Só por estar ao teu lado,
e ter um pouco
de teu amor.

7 comentários:

Eliana Pessoa disse...

LINNNNDO DEMAIS!
BJIM

Jou Jou Balangandã disse...

Se algum homem se declarar dessa forma pra mim, juro que caso!

Fico feliz que tenha curtido bastante os dias aqui na terrinha!

Bjous

Majoli disse...

Seu romantismo meu amigo, é algo encantador, decanta a mulher amada de uma forma que envolve.

Lindo, lindo.

Beijos com carinho.

Denise disse...

Ando num momento bem umbigo meu rs

mas sempre q posso venho aqui

Hoje vim agradecer todo carinho e delicadeza com que sempre comenta.

tem meu carinho e meu agradecimento

De

Luciana P. disse...

Ah, como é bom amar e ser amado, mesmo que um pouco. O problema é quando esse pouco se torna insuficiente. Eu, como sou gulosa, ou é muito ou é nada. Cansei de me contentar com pouco.
Os seus versos estão sonoramente emocionantes.

Beijos

Regina disse...

Que linda declaração, meu amigo!

O amor é o que torna, realmente, tudo mais belo! É o que dá sentido à vida...

Beijo!

Older disse...

Obrigado meninas, vcs são muito gentis.
Beijos