quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Bandida alma

Alma bandida.
Alma banida.
Alma perdida.
Alma combalida
nas lutas da vida.

Alma sofrida.
Alma destruída.
Alma entristecida.
Alma sofrida
das coisas mal resolvidas.

Alma acometida.
Alma falida.
Alma suicida.
Alma comida
por boca carcomida.

Alma trazida.
Alma jazida.
Alma homicida.
Alma acolhida
em mantos de meia-vida.

Alma de unção.
Alma de perdão.
Alma de conclamação.
Alma de sofreguidão.
das coisas do coração.

5 comentários:

Luciana P. disse...

Gostei da rima, bem sonora. Inspiração não está lhe faltando, hein. Beijos, poeta, até...

brisonmattos disse...

Ah apaixonada alma...te queria mais conectada na minha vida. Amei a poesia...os versinhos simples(pecinhas de um joguinho de montar a vida).

Deusa Odoyá disse...

Olá meu querido amigo.
Suas poesias são uma declaração ao amor presente.
Lindas...
Desejo um final de semana de muita paz, amor e luz.
Beijinhos meu anjo.
Regina coeli.

Tatinha disse...

"Alma sofrida das coisas mal resolvidas" Esta a chuva que tento passar, meu amigo poeta lindo!

Regina disse...

Ai, o coração!!

Sempre fazendo "estragos", mas, ao mesmo tempo, trazendo alento e emoção à nossa alma!!

Lindo retrato fizestes...

Beijos!