sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Flor de desejo






Dá-me a flor do desejo,
Que eu te devolvo encanto.
Acompanhando de um beijo,
E um leve acalanto.

Beija-me o rosto querida,
Acolhe-me em teus braços.
Limpa a minha ferida,
E conserta o embaraço.

Bendito seja teu tempo,
Sejas tu por um ano mais.
Num segundo, num momento,
Que não passe nunca, jamais.

Que no tédio deste encanto,
Seja tudo novidade.
Cada palavra como canto,
Cada olhar uma saudade.

Sem principio demarcado,
E sem um fim por marcar.
Nos desejos sou levado,
Para neles descansar.

Nenhum comentário: