quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Para a mulher que adoro tanto.

Mulher verde


Conheci uma mulher.

Não é vermelha, e nem amarela.

Não é negra, e nem é branca.

Verde. Sim, verde! É a cor dela.


Esta mulher me encanta.

Quando briga, quando chora.

Quando faz carinha

e diz que vai embora.


Quando vem,

e se aninha com jeito,

como uma gatinha,

enrolada em meu peito.


Ela é uma menina-mulher,

Uma mulher-menina,

Que encanta, me prende,

e que tanto me fascina.


Que tem ciúmes demais.

Que faz e não desfaz.

Se arrepende e me atrai.

Cada vez mais.


Menina minha,

Seja verde a cor tua,

Seja sempre minha menina,

Nunca fique madura.


Deixe que maduro fico eu.

Que só a mim, o tempo passe.

E você que me prendeu

Que nunca amadurasse.


Feliz, risonha, alegre.

És minha, e sou teu.

Assim te quero sempre.

Assim te quero eu.


Vamos deixar que a vida

Resolva o que fazer.

Deitemos na relva umedecida

E estrelas vamos recolher.


Vivamos de sonhos.

Vivamos de ilusões.

Vivamos o tamanho

De nossos corações.


Nosso coração é grande,

Mas não pode preso suportar

Todo amor que nele há.

Deixe o amor solto em nosso coração saltar.


Agora me basta uma declaração tua.

Diz que me ama, com palavra crua.

Sem rodeio, sem aflição.

Com devaneios, com emoção.


Aliás, não diz nada,

fica calada.

Como anjo te quero assim.

Simplesmente vem, caminha pra mim.

9 comentários:

Deusa Odoyá disse...

Olá meu doce amigo Older!!!
Olha, fiquei emocionada, e qual mulher não ficaria com uma declaração dessa.
Essa sua musa tem mais que te completar e juntos caminharem nesse mar de sonhos, e realidades.
muito lindo...lindo ...lindo...
Amei esse poema.
Agradeço suas palvras em meu cantinho.
Olha meu querido amigo, a vida deu a cada um de nós diversos encantos.
Então aproveite sua hora, seus momentos e seja feliz.

Beijinhos doces, e uma semana de mil estrelinhas em seus caminhos.
Fique na paz.

Regina coeli.

Ava disse...

Quando o amor acontece...

É assim...

Nos pegamos cantando...fazendo poesia...contando estrelas...

Ele nos inebria...nos fascina...nos desatina...

Viva e ame muito...


Beijos!

Wanderley Elian Lima disse...

Amigo Older, vivemos a proporção que amamos. Belo poema
Abração

Majoli disse...

Lindo, lindo, lindo...cheio de rimas doces que envolvem que deixam a magia no ar, ah eu amei por demais.

Beijos Older.

marisfranco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
marisfranco disse...

adorei o poema da MULHER VERDE!!.BJS

Simplesmente Outono disse...

Belo!

Luciana P. disse...

Lindo, lindo, e já que a cor verde é esperança, que seja verde então, com sensibilidade e encantamento. O que é a vida senão uma soma de emoções...


Beijos, amigo, um ótimo final de semana pra você

Anônimo disse...

A vida te proporcionou um encontro com uma mulher que não é verde + usa verde todos os dias da semana, e que se encantou ao conhecer este homem poeta com M DE MADURO DE MARAVILHOSO´,de uma simplicidade que me encanta.
Desejo que 2010 seje verde, amarelo,azul, todas as cores que possa te proporcionar felicidades. FOI ÓTIMO TE CONHECER UM PRESENTE DE " DEUS ". Bjs.
ATT. MVB