quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Amor e Paixão

O amor aprisiona,
a paixão liberta.
O amor é terra, é chão,
a paixão é água, é fogo, é ar.
O amor, adormece as paixões,
a paixão, liberta o amor.
A paixão passa,
o amor fica.
Que pena
que ambos não podem conviver,
juntos,
para sempre.
Seria muito bom manter a doçura do amor
com a chama ardente da paixão.
Quão maravilhoso seria
Manter a entrega do amor
com a displicência da paixão.
Um sonho seria
continuar a loucura da paixão
com a placidez do amor.
O tempo se encarrega
de fazer com que a paixão
vá diminuindo sua atuação
e deixando que o amor se estabeleça.
O amor acomoda as coisas.
A paixão faz brigar.
Brigue amor, brigue paixão.
Só não abandonem nunca
este doido coração.

3 comentários:

Jou Jou Balangandã disse...

Mas na vida tudo é assim, feito de escolhas, com um lado positivo e outro negativo.
Bjos

Deusa Odoyá disse...

Olá amigo querido.
Older concordo com o nosso amigo Jou Jou Balangandã.
Um fim de semana com muito amor e paz.
Beijinhos, meu lindo amigo.
Regina Coeli.

Majoli disse...

Desculpe parecer repetitiva, mas você escreve lindo demais.

Falas do amor de forma mágica, e nessa poesia disse tudo sobre a paixão, que vem e nos entontece.

Beijos.