sábado, 11 de outubro de 2014

Sinto falta






Sinto falta de você,
E vou continuar te esperando.
Por mais insano que possa ser,
Siga na vida te amando.

Que leve o tempo que for,
Talvez até uma eternidade.
Este meu estranho amor,
Sempre vai florir saudades.

Faça sol ou faça chuva,
Ou passe o tempo voando.
Me cai como uma luva,
A paixão que vou levando.

E eu não vou esquecer,
E ninguém vai me tirar.
Meu amor é só por você,
É você que eu quero amar.

2 comentários:

brisonmattos disse...

Desculpe se você não é a criança que eu quero brincar.
Eu quero brincar como antigamente.
Quero correr, me esconder, falar como criança, deitar na grama, chamar a gata de minha neguinha, passear.
Você insiste nessa vida adulta de computador, você gosta disso e eu não.
Nada a ver a gente.
Aqui fora eu sou muito mais feliz e tantas vezes até esqueço de me lembrar de você.
Isso está acontecendo ao poucos. Quando uma pessoa fica ausente, a gente vai diminuindo a falta dela.
Eu nãotenho culpa, acho que nem você, aconteceu.
Que sejamos felizes do nosso jeito então.
Você com seu jeito troglodita de ser e eu com meu criança levada.
Em algum ponto de nossas vidas nos encontramos, enxergamos anjos uma na outra, e partimos para viver uma nova história.

brisonmattos disse...

Feliz dia das crianças para você.
Que Nossa Senhora te proteja.