segunda-feira, 4 de março de 2013

Tudo ou Nada





Viver a vida,
É tão difícil viver.
É tropeço é caída,
Que machuca pra valer.

É tão rápido que passa,
Que parece um avião.
Tanta coisa se faz na raça,
Que flui na emoção.

A vida é tudo ou nada,
Não há outra opção.
As vezes se esbarra em fada,
Que sacode o coração.

Ganha ritmo a vida,
É agitada sem parar.
Nesta viagem só de ida,
Não tem tempo pra pensar.

Quando o retorno chega,
E um dia vai chegar,
Aí começa a peleja,
E você vai apanhar.

Vou deixar sair.
Cantar, assim sem parar.
De mim nunca irás ir,
E guardada vais ficar.

Um comentário:

brisonmattos disse...

é tão animador saber que a gente vai ficar guardada...num canto.