quinta-feira, 22 de abril de 2010

És

Sou teu tudo.
sou teu nada.
Sou teu chão,
és minha estrada

És minha luz,
és meu calor,
és minha alma,
és meu fulgor.

Você é meu luar,
em noite escura
O meu caminho
a iluminar.

És meu arco-íris
Em dia de chuva.
Teu corpo encaixa em mim
Como uma luva.

Você é minha vida
em plena madrugada
perdido na rua
perdido na estrada.

És minha fome de viver.
És quem me dá esperança.
És quem me reduz a criança
A viver sempre de lembranças.

És vida,
és loucura,
És prometida,
és aventura.

És bruxa, és fada,
és encanto,és magia,
és trovoada,
em noite de calmaria.


2 comentários:

Cris disse...

As vezes fico pensando: quem pode ser tudo isso na vida da gente?
Quem pode ter toda essa força e ocupar todos os espaços, sem que sufoque o espaço que pertence a outras pessoas que amamos?
Quem pode ser TUDo?
Seu texto faz essa pergunta calada.

Acho que só Deus tem esse poder. Humanamente, tudo se torna falho e deve ser assim, pq somos falhos e imperfeitos e incapazes. OUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU, não?

Ou isso é possível?.....rs

Filosofando no seu post....rs

beijos

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Older
O problema quando uma pessoa passa a ser tudo para gente, é se um dia ela de alguma forma se for, perdemos o nosso rumo.
Abração