sexta-feira, 30 de abril de 2010

Delirando

Riscando em um papel,
Prá lá e pra cá,
Desenhei um céu,
E nele nuvens pus a enfeitar.

Com cores suaves o pintei,
Eram tons meio pastel,
Ali meus sonhos plantei.
Esperando colher lua de mel.

Nele um castelo ergui
Para meu amor ali morar.
E nele me perdi
De tanto te meu amor procurar.

Meu amor se foi com o vento,
Um vento vindo do sul.
Em seu lugar deixou um lamento
Que não tinha a cor azul.

O que posso fazer
Para meu amor aqui deixar.
Nada o posso conter
Só muito lamentar.

Meu céu desenhado deixei.
As nuvens cinza se tornaram.
O castelo ruiu de vez
Todos os anjos choraram.

Vai amor, vai com o vento sulino.
Se um dia resolver voltar
Talvez me encontre sorrindo
Ou muito mais a chorar.

2 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Older
Sempre com poemas apaixonados, afinal é o amor que move a nossa vida.
Tenha um lindo fim de semana
Um abraço

Sonhadora disse...

Meu amigo
Sempre belos poemas.
Deixo um beijinho.

Sonhadora