sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Gestos de Amor

Todos os meus gestos de amor
se perderam em um tempo qualquer.
O quanto andei
para talvez tentar encontrar
pedaços de mim
e não consegui recolher todos.
Só encontrei fragmentos de felicidades,
resquícios de paixão,
sobras de amores.
Meus gestos de amor
perderam-se no tempo,
espalhados pela vida que tive,
e com as pessoas
com que cruzei pelo caminho.
Muitas vezes eles foram valorizados,
algumas vezes não.
E depois de tantas andanças
me perdia
e sempre tinha de voltar.
Mas voltar para onde?
Voltar e quase sempre partir
para um outro lugar.
Mas como partir para um outro lugar
se ainda não voltei de onde vim,
se ainda não voltei da procura
de ter a esperança
de um dia achar você.

Nenhum comentário: