quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Talvez um dia






Talvez um dia te pegue,
E te deite do meu lado.
Talvez um dia não negue,
E se deixe esparramado.

Talvez um dia te cite,
Tudo aquilo que foi escrito.
Talvez um dia eu grite,
Não me trate como bandido.

Talvez um dia te beije,
Com  a ternura de sempre.
Talvez um dia rejeite,
Esta  imagem só aparente.

Talvez um dia me cale,
E fique só te olhando.
Talvez um dia repares,
Que eu vivo te amando.

Talvez um dia talvez,
Isto possa ser etéreo.
Talvez um dia talvez,
Eu não viva tão aéreo.

Um comentário:

brisonmattos disse...

sei lá porquê,
acredito em você.