terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Retomando

Choveu a noite....
Pela manhã algumas folhas na relva
ainda mantêm pequenas gotas de água,
Enfeitando-as.....
Como se fossem pequenos diamantes,
Brilhando......
no parco sol da manhã nublada.
Retomo minha caminhada......
devagar, bem devagar.
Afinal para que a pressa ?!
É na pressa que se acaba perdendo
o pouco do que resta.
Um passo de cada vez ......
retomando o compasso.....
Voltando a querer fazer o corpo se mexer,
por mais debilitado que ele esteja,
por mais impossibilitado que seja,
retomar é preciso, a vida não para.
Se ela parar nada mais há de se fazer.
Um passo.......
depois outro.....
E o caminho vai ficando cada vez mais curto.
Quanto mais encurta o caminho
Mais aumenta a caminhada.
Assim é vida ......
Andando,
tropeçando,
levantando,
caminhando.
Enfrentando as chuvas que vêem a noite,
Mas com a certeza absoluta
De que uma nova manhã
virá no dia seguinte.

Um comentário:

valquiria oliveira calado disse...

Esperança.Sim, esperança, de alcançar a felicidade que está naquela estrela... estique-se, está ao alcance de tua mão. bjos.