terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Amor Sincero

Não despertes o meu amor,
Se dele não poderás cuidar.
Me deixe solto, por favor,
Para ninguém se machucar.

Nestas coisas do querer,
Tem de ter muita calma.
Senão podemos muito sofrer ,
e chorar por tempo a alma.

Uma aventura sem pensar,
Pode não dar certo.
E aí o afastar,
É pior do que o incerto.

Acaba a amizade,
Vai-se embora o querer.
Poderá ficar maldade,
E a vontade de não se ver.

Não se ver nunca mais?
Isto é coisa que não existe.
Pense um pouco mais,
Quem sabe você não resiste.

No coração está guardado,
Um carinho especial.
Só faz parte do passado
Quem nos fez algum mal.

Como assim não considero,
Te guardo com muito carinho.
Meu amor é sincero,
Apesar dos descaminhos.

Um comentário:

Majoli disse...

Que lindo jeito de falar do amor, e quando ele é sincero, não há o que temer, pelo contrário, temos mais é que vivê-lo.

Linda poesia, lindos versos, lindo amor sincero.

Beijo smeu querido Older.