sexta-feira, 5 de abril de 2013

Beija-flor





Era um beija-flor,
A voar, a voar.
Que levou o meu amor,
pelo ar, pelo ar.

Beija-flor eu te imploro,
Não leve o meu amor.
É alguém que tanto adoro,
Não a leve por favor.

Beija-flor não quis ouvir,
E fez a sua vontade.
Levou meu amor por aí,
Me deixando na saudade.

Meu amor eu te procuro,
O tempo todo sem parar.
No céu claro ou escuro,
Eu ainda vou te achar.

2 comentários:

Majoli disse...

Quantas vezes sentimos que um beija-flor eva pra longe um alguém tão especial...mas voe atrás e traga teu amor de volta.

Amei tua visita no Rabiscos, brigadinha Older.

Beijos.

Camila Monteiro disse...

Mas que poema mais lindo! Delícia de ler! Ahh vou ficar por aqui!
Um beijo enorme pra vc!

www.culturaviciante.blogspot.com