sábado, 27 de setembro de 2008

Como podemos?

Como podemos passar pela vida
sem admirar a beleza de uma flor?
Suas cores, seus perfumes.
A textura macia de suas pétalas
e até a rudeza suave de seus espinhos.
Sem entender sua suavidade
e a sua importância
para o meio em que vive.
Assim, se passarmos pela vida sem admirar
e prestar atenção a estes pequenos detalhes
perdemos algo de muito valioso.
Assim como nas flores,
o mesmo vale para uma mulher,
sem prestarmos atenção,
sem nos embelezarmos,
sem dedicarmos alguns momentos
e tentarmos descrever o que de belo nos encanta
perderemos também alguma coisa importante da vida.
Não acredito que ninguém nunca tenha declarado
o que de belo tem uma mulher.
Que ninguém nunca tenha tentado,
ainda que forma infantil,
dobrado ao seu encanto
lhe oferecer palavras doces
ditas por um coração sem medo de falar.
Se isto nunca aconteceu,
saibas que pelo menos alguém reconheceu seus encantos
e tentou, ainda que forma absurda e inconseqüente,
descreve-los.
Saiba, que pelo menos alguma vez em sua existência,
você serviu de inspiração
para algumas palavras perdidas
no tempo e no espaço.
Palavras estas que esperam brotar em algo bonito
no solo fértil de seu coração.

Nenhum comentário: