segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Fotografia





Na mão uma fotografia,
Antiga, mas nem tanto.
No ar só nostalgia,
No olho, molha o canto.

Recordação que não sai,
Lembrança que não desprende.
Momento que não se vai,
E que só me surpreende.

Aquele sorriso não apaga,
A pele não envelhece.
O coração que não larga,
A cabeça que não esquece.

Deixe a fotografia,
Onde ela sempre está.
Quem sabe um dia,
Volto a ela olhar.

2 comentários:

mARa disse...

Fotografia de saudades.

lindos versos.


abço.

LUZ disse...

Oi, querido Older!

Quem sabe!

O futuro a Deus pertence e portanto, o que hoje é, amanhã, pode não ser.

Feliz semana.

Abraço da Luz.