domingo, 20 de janeiro de 2013

Agora sim, vou viver!

Agora sim, vou viver,
este mundo de liberdade.
Sem deixar acontecer,
Comigo de novo maldade.

Agora sim, vou viver,
Contando para todo lado.
O que pode suceder,
Quando o amor é demasiado.

 Agora sim, vou viver,
Espalhando aos quatro cantos.
Não é bom sofrer,
E derramar tanto pranto.

Agora sim, vou viver,
como um agoniado.
Sem nunca mais te ver,
Aqui, ao meu lado.

Agora sim, vou viver,
de memórias esquecidas.
Que tanto me fazem sofrer,
mas que eram muito queridas.

Agora sim, vou viver,
esquecendo de quem eu sou.
pois não consigo esquecer,
a quem a mim amou.

Agora sim, vou viver,
pelos cantos escondido.
Agora sim, vou morrer,
Por não ter te entendido.

2 comentários:

brisonmattos disse...

tenho lido suas poesias. Muitas eu adoro,porque fazem sonhar... Mas as que "parecem" muito com a realidade, não as reconheço e não gosto, porque pra mim parecem de mentira.Se isso é não ser entendido, acho que nunca fui entendida mesmo. Ou,não te entendo pelas palavras. Sincero bom domingo.

Aninha disse...

Agora sim, é hora de Viver!!! :))