quinta-feira, 21 de julho de 2011

Levando a Vida.

Mais um dia de desafio,
Mais uma luta pelo pão.
Em um mundo meio vazio,
A única coisa que tenho é o não.

Na incoerência,
Do sem sentido.
Toda a gente,
Anda por um fio.

É uma luta constante,
Na batalha do dia-a-dia,
Mas tem de ir adiante,
Mesmo pela analgesia.

Tem de sorrir.
Tem de cantar.
Tem de cair.
Tem de levantar.

E disto é feita a vida,
Sem poder esmorecer.
Carregar a dor sentida,
Até o dia de morrer.

Quando este dia chegar,
Tudo estará acabado.
Você então se sentirá,
Só mais um pobre coitado.

Que viveu a vida que passa,
E não a aproveitou.
Então tente, relaxa,
Esqueça quem te magoou.

Tente sorrir,
Tente cantar,
Tente fluir,
Deixa passar.

É meu caro amigo fiel,
É muito fácil de dizer.
Levar esta vida com mel,
É que eu quero ver.

Mas tudo posso, tudo tenho
em quem tem a Força maior.
Dirige-me a vida e o cenho,
Buscando um mundo melhor.

Nenhum comentário: