segunda-feira, 18 de julho de 2011

As Palavras

Gosto de escrever.
As idéias são bonitas.
As palavras podem não ser,
Mas me ajudam no correr da vida.

Falar de romance.
Falar de satisfação.
Falar do cotidiano,
Das coisa que vem e vão.

Falar de tudo um pouco.
As vezes do mesmo assunto.
As palavras me deixam rouco,
As idéias são um absurdo.

Colocar o preto no branco.
Esvaziar o que me contem,
Tentar ouvir acalanto,
De onde ele não vem.

Fiéis companheiras.
São as palavras escritas.
Mesmo sem eira nem beira,
Me conduzem ao mundo, benditas.

A quem as sopra na mente,
Só desejo satisfação.
Curaste mais um demente,
No seu mundo de solidão.

Nenhum comentário: