terça-feira, 7 de julho de 2015

És minha






Gosto de estar ao teu lado
Sem palavras, sem lembranças
Somente ficar calado
Mostrando nossa aliança

Tua presença profundo
este meu branco colore
A cabeça em barafunda
Mesmo que eu implore

Na liberdade te tenho
para sempre como minha
Neste amor eu me venho
E te faço rainha

Mesmo que um dia anoiteça
E nenhum brilho se faça
Não importa o que aconteça
És minha. . . e  basta.

Nenhum comentário: