sexta-feira, 17 de julho de 2015

Quem me dera







Quem me dera ser poeta
E te cantar louvor
Bela frase que desperta
Este canto de amor

Quem me dera ser um rei
E te fazer minha rainha
Isto nunca terei, eu sei
Mesmo assim és só minha

Quem me dera ser um sol
E aquecer todo teu dia
Ou ter o canto de rouxinol
Te trazendo melodia

Quem me dera eu só ser
Este simples ser amante
E poder desvanecer
Esta dor alucinante

2 comentários:

brisonmattos disse...

quem me dera viver
com uma amiga do meu lado
que nos olhos eu pudesse dizer
como é bom esse estado.

Poesias de Serena disse...

Quem me dera escrever como você...rs.
Adoro seus poemas Brison. São muito bons!
Um abraço e fique com Deus.
Serena.