quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Se foi






Se foi verdade
Valeu a pena
Se foi vontade
Virou poema

Se foi maldade
Se fez a cena
Se foi vaidade
Fiquei com pena

Se foi carinho
Se fez amor
Se foi de mansinho
Se fez a dor

Se foi paixão
Não teve igual
Se foi razão
Se fez fatal

Se foi saudade
Calou a voz
Se foi felicidade
Morreu em nós

2 comentários:

brisonmattos disse...

belíssima poesia...Mas se fosse mesmo amor, crescia e desabrochava e nao ficava nesse nhenhenhem.

brisonmattos disse...

Foi só vontade e virou poema...E ainda bem que pra alguma coisa serviu.