sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Onde está o poeta?

Onde está você, poeta?
Que a mim tanto encanta.
Com suas linhas tortas ou certas,
que me ajuda, me levanta.

Onde está você poeta?
Resolveu descansar?
Não és mais aquele profeta,
Que da dor sabias falar.

Onde está o poeta querido?
Que falava com ardor.
Falava do peito sofrido,
Falava do que é o amor.

Onde esta o poeta?
Que disse te amo tantas vezes.
Que tinha a emoção repleta,
por dias, semanas ou meses.

Onde esta o poeta?
Que eu tanto gostava de ler.
Que escrevia de maneira singela,
e que fazia as letras viver.

Onde esta o poeta?
Está por este mundo a vagar?
Escrevia por uma meta,
e que tanto o fazia sonhar.

Onde está o poeta do acalanto?
Escondido por artifício?
Que me fazia te ver nos quatro cantos,
Que tornava suave o sacrifício.

Onde esta o poeta?
Será que o poeta morreu?
O poeta tem a alma completa,
só cansado, adormeceu.

Nenhum comentário: